TODO CUIDADO É POUCO. O COVID-19 MATA!

Só quem perdeu uma pessoa querida sabe a falta que ela faz. Depois que ela se parte, não há choro, arrependimento ou qualquer outro sentimento que possa reverter a situação. Só restam saudades.
O quanto vale uma vida que se foi? Nunca saberemos.
Porém, todos nós sabemos do nosso dever em não colocar a vida de outras pessoas em risco. Festas clandestinas, aglomerações feitas em casa, bares ou na beira de rios, são coisas que podem – e devem – ser evitadas. O vírus não acabou!
O momento pede compreensão e solidariedade. Negócios e empregos estão sendo perdidos porque muitas pessoas insistem em sair de casa sem necessidade. Os hospitais estão cheios de pessoas lutando pela vida muito por conta de atitudes de pessoas irresponsáveis.
Pedimos, não brinquem com a vida. Valorize-a antes que seja tarde.